Saltar para o conteúdo
    Continue a navegar para aceder aos resultados sugeridos

    Que tipos de impostos tenho de pagar enquanto anfitrião de experiências em França?

    Este artigo contém informações úteis sobre os impostos que podem ser aplicados a anfitriões de experiências em França. Enquanto anfitrião de experiências, você controla as experiências que oferece, mas também é responsável por compreender as suas obrigações fiscais. Este artigo pode servir como ponto de partida ou como algo que pode consultar se tiver dúvidas, mas não é exaustivo e não constitui aconselhamento jurídico ou fiscal. É uma boa ideia verificar se as leis e procedimentos estão atualizados.

    Também pode consultar a Administração Fiscal de França diretamente ou um profissional fiscal local se tiver mais dúvidas sobre o Imposto Sobre o Valor Acrescentado (IVA), o imposto sobre os rendimentos ou quaisquer outros impostos.

    Os dois tipos de impostos que os anfitriões de experiências em França normalmente precisam de considerar são o Imposto Sobre o Valor Acrescentado (IVA) e o imposto sobre os rendimentos, mas outros impostos ou deveres podem ser aplicáveis.

    Imposto sobre rendimentos

    Qualquer montante que ganhar ao hospedar uma experiência é geralmente considerado rendimento tributável. Como anfitrião, é responsável por verificar que está em conformidade com as regulamentações tributárias da sua região. Consulte um consultor fiscal local para mais informações sobre impostos sobre rendimentos.

    Imposto Sobre o Valor Acrescentado

    O Imposto Sobre o Valor Acrescentado Francês (IVA) é um imposto geral de consumo sobre o valor acrescentado aos bens e serviços. Aplica-se a quase todos os bens e serviços que são comprados e vendidos.

    Se cumprir os seguintes critérios, provavelmente será obrigado a coletar e pagar IVA:

    1. Se reside em França
    2. Cobra aos hóspedes uma taxa para participar na sua experiência
    3. A sua experiência ocorre em França
    4. As receitas anuais da(s) sua(s) experiência(s) excedem limiares específicos (Por exemplo: No âmbito do regime fiscal do BIC, o limiar é de 33.200 € de volume de negócios no ano fiscal anterior)

    Taxas

    A taxa de IVA em cada país, incluindo França, pode variar ao longo do tempo. É boa ideia verificar regularmente junto da sua autoridade fiscal local se está a utilizar a taxa atual.

    A partir de janeiro de 2019, a taxa geral de IVA em França é de 20%. Estão disponíveis mais informações sobre as taxas aplicáveis no site oficial.

    Se a sua experiência consistir em vários elementos, poderá ter de cobrar taxas de IVA diferentes para a sua experiência fornecida. O seu consultor fiscal local poderá ser capaz de fornecer informações mais específicas sobre como as taxas de IVA se aplicam à sua experiência.

    Registo, coleta, preenchimento e pagamento

    É da sua responsabilidade determinar se o IVA se aplica à sua experiência. Existem 4 passos para cumprir o IVA:

    1. Registe-se para efeitos de IVA
    2. Colete o IVA dos seus hóspedes
    3. Preencha as suas declarações periódicas de IVA
    4. Envie o pagamento do IVA devido

    Quando oferece uma experiência a indivíduos particulares (B2C), pode incluir o IVA como parte do preço.

    Quando oferece uma experiência a empresas ou outras entidades tributáveis (B2B), deve fazer uma distinção clara entre o preço da experiência em si e o IVA.

    Consulte junto da administração de serviço público francesa os requisitos de faturação que possam ser aplicáveis a si, como quando precisa de fornecer faturas eletrónicas.

    Despesas dedutíveis

    Guarde recibos para quaisquer despesas relacionadas com experiências que ofereça porque pode ser possível deduzir as suas despesas dos impostos sobre rendimentos e do IVA. As despesas dedutíveis incluem coisas como fornecimentos, restaurantes, locais de entretenimento, custos de seguros, prestadores de serviços e muito mais.

    Consulte um consultor fiscal local para saber mais sobre possíveis deduções relacionadas com a experiência que oferece.

    Recebeu a ajuda necessária?