As sugestões serão apresentadas após introduzir o termo a pesquisar. Use as setas para cima e para baixo para rever. Use a tecla enter para selecionar. Se a seleção for uma frase, essa frase será enviada para a pesquisa. Se a sugestão for uma ligação, o navegador irá abri-la.
Instruções

Política de Acessibilidade

Nossa comunidade se baseia nos princípios de inclusão, pertencimento e respeito, o que inclui acolher e apoiar pessoas com deficiência. Em geral, os hóspedes que precisam de serviços e adaptações razoáveis não devem ser discriminados ou rejeitados ao usar o Airbnb.

Em alguns locais, os requisitos legais podem expandir ou limitar as adaptações razoáveis que um anfitrião deve fornecer. Anfitriões e hóspedes devem cumprir esses requisitos legais.

Animais de serviço e animais de apoio emocional

Animal de serviço: é um cão ou cavalo em miniatura treinado individualmente para trabalhar ou executar tarefas para pessoas com deficiência.

  • O que permitimos:
    • Os hóspedes podem ser acompanhados por animais de serviço durante uma estadia ou experiência e não são obrigados a comunicar a presença de um animal de serviço antes de fazer a reserva. Um anfitrião pode se qualificar para uma isenção em certos casos, por exemplo, se o animal de serviço ameaçar diretamente sua saúde ou segurança.
    • Os anfitriões só podem perguntar o seguinte sobre a necessidade de um animal de serviço por parte de um hóspede:
      • Se o hóspede precisa do animal de serviço por causa de uma deficiência
      • Que trabalho ou tarefa o animal de serviço foi treinado para desempenhar
  • O que não permitimos:
    • Quando um hóspede está acompanhado por um animal de serviço, os anfitriões não podem:
      • Recusar uma reserva
      • Cobrar taxas de animais de estimação ou outras taxas adicionais
      • Aplicar tratamento diferenciado
      • Usar linguagem discriminatória
      • Exigir que os hóspedes sigam regras diferentes
    • O animal de serviço de um hóspede não deve:
      • Estar fora de controle
      • Fazer suas necessidades dentro da acomodação
      • Ser deixado sozinho na acomodação sem aprovação prévia
      • Ser levado para áreas não autorizadas ao hóspede
      • Ser levado em espaços públicos sem estar com coleira, guia ou preso, fora do controle do hóspede

Se estiver no Brasil, os anfitriões podem perguntar o seguinte sobre a necessidade de o hóspede ter um animal de serviço:

  • Solicitar informações que identifiquem e diferenciem adequadamente um animal de serviço de outro cão/animal de assistência emocional
    • Cartão de identificação e placa de identificação emitida pelo centro de treinamento ou instrutor autônomo contendo as seguintes informações:
      • Cartão de identificação
        • Nome do tutor e do animal
        • Nome do centro de treinamento ou do instrutor
        • CNPJ do centro de treinamento ou CPF do instrutor
        • Foto do tutor e do animal
      • Placa
        • Nome do tutor e do animal
        • Nome do centro de treinamento ou do instrutor
        • CNPJ do centro de treinamento ou CPF do instrutor
    • Solicitar o cartão de vacinação atualizado do animal, com comprovação de vacinação múltipla e antirrábica, com a assinatura de um médico veterinário registrado no órgão regulador da profissão.
    • O tutor também precisa ter equipamento para o animal, ou seja, coleira, guia e coleira peitoral com alça.

Animal de apoio emocional: um animal que fornece companhia, alivia a solidão ou ajuda com a depressão, ansiedade ou certas fobias, mas não é obrigado a ter treinamento especial para realizar tarefas que auxiliam pessoas com deficiência

  • O que permitimos:
    • A menos que a reserva seja uma estadia em Nova York, na Califórnia (EUA) ou em outro local onde a lei aplicável proíba:
      • Os anfitriões podem cobrar taxas de animais de estimação para um hóspede que esteja viajando com um animal de apoio emocional
      • Os anfitriões podem recusar a presença de animais de apoio emocional em uma acomodação ou experiência
  • O que não permitimos:
    • Nos locais onde os anfitriões são obrigados a aceitar animais de apoio emocional (a menos que o anfitrião tenha uma isenção), o anfitrião não pode:
      • Cobrar taxas de animais de estimação, recusar um hóspede ou aplicar regras, tratamentos ou comportamentos diferenciados a um hóspede que viaja com um animal de apoio emocional
      • Pedir informações ou documentação sobre o animal de apoio emocional de um hóspede, para além das perguntas apontadas acima para animais de serviço
    • Nos locais em que os anfitriões são obrigados a aceitar animais de apoio emocional, o animal não deve:
      • Estar fora de controle
      • Fazer suas necessidades dentro da acomodação
      • Ser deixado sozinho na acomodação sem aprovação prévia
      • Ser levado para áreas não autorizadas ao hóspede
      • Ser levado em espaços públicos sem estar com coleira, guia ou preso, fora do controle do hóspede

Adaptações razoáveis

Incentivamos anfitriões e hóspedes a comunicar a necessidade de adaptações razoáveis antes de realizar uma reserva. Os anfitriões devem tentar ajustar os pedidos de adaptações razoáveis de um hóspede aos seus requisitos de acessibilidade.

  • O que permitimos:
    • Os hóspedes podem solicitar adaptações razoáveis que os ajudariam a acessar uma acomodação/experiência, se comunicar durante uma reserva ou participar de uma experiência. Os anfitriões podem apresentar uma contraproposta de adaptação razoável ao pedido original de um hóspede.
    • Os anfitriões podem recusar pedidos excessivos ou impossíveis que:
      • Aumentem o risco de segurança para o anfitrião ou outros
      • Mudem fundamentalmente a natureza de uma experiência ou impactem a experiência de outros hóspedes
      • Exijam uma modificação estrutural em um edifício ou acomodação
      • Exijam que o anfitrião assuma responsabilidades adicionais que sejam demoradas ou coloquem um ônus físico ou financeiro significativo sobre ele
      • Peçam a um anfitrião para violar leis locais ou regras do edifício ou da associação de proprietários de imóveis
  • O que não permitimos:
    • Os anfitriões não podem recusar o pedido de adaptação razoável de um hóspede quando o pedido é específico, claramente expresso, feito com antecedência suficiente e não é excessivo ou impossível (consulte acima nossa lista de pedidos que se qualificam como excessivos ou impossíveis.)
    • Os anfitriões não podem se comprometer a fornecer uma adaptação razoável e deixar de fornecê-la no momento da reserva.
  • Considerações adicionais:
    • Um anfitrião não será penalizado se a falha em providenciar uma adaptação razoável tiver ocorrido por razões fora de seu controle ou se tiver demonstrado objetivamente que o pedido é excessivo ou impossível para ele.

O que acontece quando um anfitrião ou hóspede não cumpre nossas políticas?

Pedimos à nossa comunidade que colabore para tornar o Airbnb o mais acessível possível. O Airbnb pode tomar as medidas cabíveis, incluindo a suspensão ou remoção de anfitriões e hóspedes da plataforma Airbnb, caso não estejam dispostos a cumprir nossas políticas.

Este artigo ajudou?

Artigos relacionados

Receba ajuda com as suas reservas, conta e muito mais.
Entrar ou registar-se